Por que o medo de Espíritos?


Muitas pessoas tem medo de espíritos, mas ao mesmo tempo muita curiosidade sobre o tema. Normalmente, toda forma de interação com os espíritos é visto como algo perigoso e que deve ser evitado.


Interessante observar que, mesmo entre os espíritas, há pessoas que temem os espíritos. Então vamos abordar algumas questões fundamentais para o entendimento deste temor.


1. Inicialmente porque quase sempre se imagina um Espírito mau ou uma intenção má, por trás destes fenômenos, o que não corresponde à realidade. Pode tratar-se de um parente desencarnado, de alguém infeliz ou sofredor, de alguém que queira apenas falar conosco, ou de alguém querendo nos dar provas da realidade espiritual e da continuidade da vida após a morte do corpo físico.


2. O fato de atribuirmos aos espíritos um poder que eles, de fato, não têm. E isso decorre da nossa ignorância, pois autoridade real sobre nós, só Deus e os Espíritos superiores podem ter, e os Espíritos Superiores jamais desejarão nosso mal.


3. Mesmo Espíritos inferiores e que queiram nos de nos prejudicar, não irão fazê-lo, a não ser que sintonizemos com seus propósitos inferiores, acolhendo seus pensamentos e assimilando seus fluidos. Não poderão nos matar ou nos ferir, mas sim nos influenciar para que, através do nosso livre-arbítrio, façamos aquilo que desejam, mas nunca haverá arrastamento irresistível.


4. O medo excessivo é uma janela aberta a alguns Espíritos brincalhões, que se divertem assustando pessoas. Experimente ignorar suas tentativas, confiando sempre na Providência de Deus e em seu anjo guardião, e verá que eles terminarão por desistir.


5. A falta de Estudo é fator fundamental para este temor. Muitos alegam já terem realizado vários cursos oferecidos pela casa, mas se observa que foram ineficazes. Façam novamente, até compreenderem e se sentirem confortáveis com a presença dos Espíritos. A única maneira de se combater esse mal é através da compreensão do conhecimento espírita.


6. Tenhamos a mesma curiosidade de Allan Kardec, procurando entender a situação dos mortos, seus sofrimentos no Mundo dos Espíritos e aprendendo com os seus relatos, e assim, evitando cometer os mesmos erros em nossa jornada além-túmulo.


7. É um reflexo do medo de morrer. Uma pessoa que tem medo da morte sente-se confortável em interagir com alguém morto? O medo da morte faz com que as pessoas evitem todo tipo de interação com os espíritos, por acharem poder atrair a morte ou algo negativo.


8. Lembremos que ninguém morre! Todos somos Espíritos, no corpo físico ou fora dele, criados por Deus para a perfeição e, através das reencarnações, chegaremos um dia neste ideal. Deixar o corpo material não significa a morte da consciência ou do ser psíquico que todos somos.


9. Ficam invisíveis para nós por causa da nova dimensão em que se encontram, passando a vibrar em uma frequência mais alta do que nossos sentidos visuais podem captar.


10. Quando nos resguardamos no ambiente da prece, dos bons pensamentos e da prática do bem, nós nos subtraímos à sua influência e saímos de sua esfera de atuação, pois o fato de vibrarmos em frequência vibratória diferente, acaba por nos manter imunes à influenciação negativa dos espíritos.

Sugestão de leitura

O Livro dos Espíritos e o Livro dos médiuns

Não tenha medo dos espíritos, psicografia de Raul Teixeira, pelo Espírito Rosângela Costa Lima

Quem tem medo dos espíritos? Por Richard Simonetti


#medo #espíritos #allankardec #olivrodosespíritos

2020 © Todos direitos reservados Conhecendo o Espiritismo