top of page

Primavera de Marta -Mensagem do dia 12.05.2022




Em aproximadamente seis milênios da história da medicina, os avanços da atualidade assombram pela precisão na área dos diagnósticos. Equipamentos médicos de alta tecnologia ofertam segurança na obtenção de exames, cirurgias à distância realizadas por robôs, intervenções menos invasivas e potentes medicamentos tem colaborado enormemente para a manutenção da saúde, quando turbada pela agressividade das patogenias. E a passos largos o fascinante campo médico avança para o deciframento integral do DNA, permitindo que a engenharia genética se aprofunde no campo das causas das doenças, erradicando suas matrizes e permitindo a correção de males dantes incuráveis.


Campanhas mundiais de vacinação em massa facultaram a eliminação de vírus destruidores, como a varíola e a poliomielite, resguardando milhões de vidas infantis de sequelas irreversíveis após contágio. E poderosos analgésicos suprimiram as algias crônicas, anestésicos seguros garantiram cirurgias sem dor e antibióticos preciosos eliminaram culturas nocivas ao carro orgânico.


Enquanto a doutrina de Hipócrates avançava no mundo, ensejando uma nova era de saúde e longevidade corporal, surgiram as inquietações da alma, desafiando o investigador a examinar distúrbios e anomalias no campo emocional e psicológico, sem aparente causa microbiana ou virótica.


Portadores da acídia sob tormentos da perda do sentido existencial. Síndromes variadas, geradoras de medo e surtos imprevisíveis. Fobias diversas, tornando a vida de milhões um imenso calvário.


E incontáveis indivíduos estão a relatar novos sintomas, que não encontram ressonância nos códigos médicos da atualidade, ainda muito antenados com uma cultura materialista, sem uma visão mais profunda da vida.


Uma sociedade ansiosa.


Neurastenia em larga escala.


Insônia atormentadora.


Fadiga crônica.


Doenças fantasmas.


Como medicar um corpo sem admitir que uma alma rege esse conjunto de 60 trilhões de células, lhes impondo vibrações sutis que podem promover homeostasia ou inarmonia?


Como erradicar a tristeza que brota de corações chagados pelos fracassos emocionais?


Por qual meio reabilitar uma vida fisicamente saudável que se recusa a continuar vivendo, se permitindo inocular pela pulsão suicida?


Novos desafios surgem a cada dia em hospitais e clínicas médicas, indicando que uma medicina preventiva se faz urgente na economia da saúde dos seres humanos. Não bastará a drágea ou a injeção, a cápsula ou o comprimido colorido. As causas das teratologias residem, na sua maior parte, numa alma que é herdeira de si mesma, tendo promovido ações ontem que se tornaram reações hoje.


O ato infeliz de outrora não foi justiçado pelos tribunais terrestres. Ninguém viu, mas gerou consciência de culpa, desestruturando o ser que imprimiu na tessitura carnal os estigmas de sua desdita, hoje se manifestando sob a forma de enfermidades dilaceradoras.


A fuga ao dever gerando paralisias.


O uso criminoso da inteligência, promovendo o retardo mental na presente recapitulação palingenésica.


Os homicídios de outrora, praticados com requintes de crueldade, desestruturando o perispírito, a imprimir neste anomalias de natureza vibratória e por consequência repassando ao futuro carro orgânico severas limitações à bainha de mielina, gerando graves distúrbios na área da concentração e dos reflexos.


Somente uma medicina holística, com exame do comboio físico e conhecimento do corpo espiritual permitirá que as causas sejam conhecidas nas suas matrizes morais, facultando que ao lado dos fármacos se possa agregar recomendações terapêuticas de alto valor para resgate da auto-estima e da paz interior.


Prática da amorosidade.


Exercício da solidariedade e da gentileza.


Instantes de meditação.


Cultivo da prece e da meditação.


Aceitação lúcida das próprias limitações.


Manejo de uma fé raciocinada, facultando libertação de crendices e superstições.


Convivência harmoniosa com os diferentes.


Em marcha por essa nova trilha, pouco a pouco a criatura humana se dará conta de que a saúde integral é uma conquista da alma, a se refletir no estojo de ossos sob a forma de harmonia e disposição, mesmo que possuidor de alguma limitação funcional de suas peças.


Gerando uma compreensão saudável das causas, o ser se harmonizará com os efeitos, fazendo da resignação dinâmica preciosa ferramenta de restauração dos tecidos físicos enfermos, sem ignorar sua realidade profunda, que antecede o berço e sucede o túmulo, apontando-lhe os infinitos caminhos da permanente evolução.


O único Espírito que atravessou as veredas terrestres sem máculas orgânicas foi Jesus. Saudável por dentro, não gerava qualquer sintonia com a imensa flora microbiana que nos adoecia ontem, nos enferma ainda hoje e prosseguirá por muitos anos como agente de resgate de foragidos e trânsfugas das divinas leis, até completa remissão nossa perante a consciência ultrajada.


Se tens presentemente algum mal que te incomoda, te imobiliza ou te vergasta o mundo íntimo, recorre à medicina do mundo, mas não te esqueças da farmácia de Deus, a ela recorrendo com humildade e confiança irrestrita.


Sê tu médico de ti mesmo e o Divino Amigo te fará maravilhas na alma.


Marta

Salvador, 12.05.2022

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page